Pesquise outra noticia:



Coaching?
27/07/2012 - Fonte: Sandro Silva Araujo



Este termo e o treinamento decorrente dele têm sido usados com frequência em variadas classes profissionais e corporativas.

Coach é uma palavra inglesa, mas de origem húngara (kocsi). Kocs é uma cidade na Hungria que fica no condado de Komárom-Esztergom, às margens do Rio Danúbio e da estrada que liga Viena, na Áustria, a Budapeste. No século XVI, começou a produzir carruagens que se tornaram as mais cobiçadas da época por seu conforto – elas foram as primeiras a ser produzidas com suspensão feita de molas de aço. Assim, as carruagens de Kocs eram chamadas de kocsi szeker. Os nativos dessa cidade também são chamados de kocsi. E é esse vocábulo que os ingleses entendiam como "coach". Portanto, o primeiro significado da palavra coach é "carruagem". Com o passar do tempo, surgiu uma metáfora. Do mesmo modo que a carruagem leva as pessoas aos diversos campos geográficos, o coach era a forma como se chamava o tutor que conduzia outras pessoas pelos diversos campos do conhecimento. Conta-se também que as famílias muito ricas, quando em longas viagens pela Europa, levavam servos no interior da carruagem, que liam em voz alta para as crianças o que elas tinham de aprender. Esse servo passou a ser chamado de coach também.


Orientadores

Na segunda década do século XIX, os alunos da Universidade de Oxford adotaram a gíria coach para designar os professores que lhes auxiliavam nos exames finais. Em seguida, a própria universidade começou a chamar os técnicos das equipes esportivas desse modo. Portanto, o segundo significado da palavra é treinador, aquele sujeito que cria as estratégias da equipe – ou de um único atleta – para chegar à vitória. No mundo do trabalho, o coaching é o processo que apoia determinada pessoa na busca de um resultado – um bom resultado, diga-se. Conversando com seu coach, o cliente – ou coachee – investe tempo e dinheiro para pensar onde está e onde gostaria de estar em determinada área de sua vida – seja pessoal ou profissional. É como traçar uma meta e contar com alguém para atingi-la. A ideia é que, ao longo de um processo, a pessoa evolua – sentindo-se mais capaz e motivada para realizar tarefas que a aproximam ainda mais da sua meta. Quando uma pessoa busca o coaching ela já deu o primeiro passo para a mudança. Ela está disposta a encarar o processo. Talvez não saiba que, em alguns momentos, vai se deparar com dificuldades, mas, para isso, ela tem o coach ali do lado.


Napoleon Hill

Embora não tenha sido chamado de "Coaching" em sua época, Napoleon Hill foi um dos grandes responsáveis pela conotação atual do termo. Planejamento, imaginação, organização, persistência, força de um grupo idealizador, sexto sentido e espiritualidade, foram alguns pontos que Napoleon Hill desenvolveu em sua teoria, após vinte anos de convivência próxima com as 500 pessoas mais empreendedoras da época, dentre elas: Henry Ford, Theodore Roosevelt, King Gillette, Thomas Edison, Graham Bell e John Rockefeller. Algo em comum? Napoleon encontrou 15 características comuns a todos essas grandes personalidades. O resultado desta obra atemporal fica para o próximo artigo. Aproveite esta semana e pesquise sobre este gênio: Napoleon Hill!